Sincopado: Viver como Cena de Cinema

“Esperança” é o novo disco de Mallu Magalhães, produzido pelo paulista Mário Caldato Jr. Aquece-nos com a sua fusão de bossa nova com indie e entrega-nos uma “pequena-gigante janela de amor e vida, um retrato-espelho de esperança”. São 12 canções, cantadas em português, espanhol e inglês e por isso viajamos ao ouvi-las.

De Cristina Rogeiro

“Haja o que houver acho que tudo vale a pena, levo a vida tipo cena de cinema” é o refrão da faixa 7, “Cena de Cinema”. Tal como “It’s Ok” e “Enjoy The Ride” é um tema esperançoso que não tem medo do mundo, sendo esta uma mensagem muito importante para todos agora.


Agora que é onde moram a vida e a coragem, como escreveu a cantora e compositora no dia do lançamento.

Mallu explora uma visão muito alegre e leve dos falhanços na vida, como na insegurança em relações amorosas.


Faz-nos querer estar apaixonados, até aos mais frios de coração, em “Você Vai Ver” em que canta “Não há passo errado no amor”, ou com “Quem nunca se deixou levar por um amor de lero lero” em “Quero Quero”.


De uma forma muito contida e leve Mallu canta liberdade, especialmente no tema “Deixa Menina”. Este é um disco que derrete corações e dá muita esperança, fazendo esquecer o mundo lá fora durante 37 minutos de música e, então, partir para o enfrentar da forma mais feliz possível.