“A Quercus e a conservação”

A propósito do dia mundial da conservação da natureza, que se assinalou a 28 de julho, fui conhecer o Crassa, um centro de recuperação de animais selvagens, da Quercus.


A Quercus é uma Organização Não Governamental de Ambiente, tem vindo a ocupar na sociedade portuguesa um lugar construtivo na defesa das múltiplas causas da natureza e do ambiente. O seu âmbito de ação abrange hoje diversas áreas temáticas da atualidade ambiental, onde se incluem, além da conservação da natureza e da biodiversidade, a energia, a água, os resíduos, as alterações climáticas, as florestas, o consumo sustentável, a responsabilidade ambiental, entre outras.

Uma das características da Quercus é a sua descentralização, através dos 18 Núcleos Regionais espalhados um pouco por todo o país, que acompanham a realidade ambiental e realizam atividades de sensibilização no seu raio geográfico.

É possível ajudar centros como o Crassa através de voluntariado ou apadrinhando um animal em recuperação.


Fotografias de Madalena Ventura